Go to lewagon.com

Cientista de dados: a profissão que mais cresce no Brasil

Índice de conteúdo

Saiba tudo sobre o profissional que ajuda a tomar decisões em uma variedade de áreas

A ciência de dados é uma das áreas de maior crescimento em tecnologia e negócios nos últimos anos. Isso é resultado da crescente quantidade de dados gerados por dispositivos eletrônicos, mídias sociais e outras fontes.

Naturalmente, o crescimento da área demanda um maior número de profissionais qualificados. É aí que entra o trabalho do cientista de dados.

Você gosta de programação e está por dentro de todas as novidades que surgem no universo tecnológico? Então continue a leitura para descobrir como profissionalizar suas habilidades e se destacar nesse mercado que só cresce a cada dia.


O que faz um cientista de dados e quais são suas habilidades?

Cientista de dados é o profissional que tem habilidades em matemática, estatística, programação, entre outras áreas analíticas. Ele usa seu conhecimento para gerar insights valiosos de grandes conjuntos de dados.

Em geral, as atividades que um cientista de dados realiza incluem:

Coleta: o profissional trabalha com fontes de dados para coletar informações relevantes para o problema em questão. Isso inclui, entre outras coisas, a identificação de fontes internas e externas e scraping da web.

Limpeza: muitas vezes, os dados coletados precisam ser limpos e organizados para serem utilizados de forma eficaz. O cientista de dados, então, remove dados duplicados, preenche lacunas e corrige erros de digitação e formatação.

Análise: também é atribuição do cientista de dados usar técnicas estatísticas e de modelagem para extrair insights. Isso inclui a identificação de tendências e padrões, construção de modelos preditivos e testes para avaliar resultados.

Visualização: o cientista de dados trabalha para comunicar insights e resultados. Para isso, ele cria gráficos, tabelas e outros documentos que ajudam a transmitir informações com mais assertividade.

Implementação de soluções: finalmente, o cientista de dados pode trabalhar na construção de modelos de previsão, a criação de ferramentas de visualização de dados e a integração de insights em processos de negócios.


Como está o mercado de Ciência de Dados

O mercado de Ciência de Dados está em constante crescimento. Isso se deve, entre outras coisas, ao aumento das demandas por insights valiosos que automatizam processos e melhoram a tomada de decisões em uma empresa.

Com isso, a busca por profissionais qualificados também aumenta. Se você está interessado em ingressar nesse mercado ou aperfeiçoar suas habilidades, é importante se atentar para alguns elementos.

Um deles diz respeito à privacidade e segurança de dados. A tendência é que as empresas invistam em estratégias e ferramentas que garantam a integridade de informações de clientes, produtos, serviços e colaboradores.

A automação de tarefas também deve merecer sua atenção. Que tal começar a criar soluções que otimizam tempo na coleta, limpeza, preparação e análise de dados?

Por fim, lembre-se de que a Inteligência Artificial está cada vez mais integrada em ferramentas de análise de dados. Considere isso se você deseja se destacar no mercado.


Como é ser  Cientista de Dados no Brasil

O mercado de Ciência de Dados no Brasil tem crescido muito nos últimos anos, o que possibilita uma série de oportunidades para quem deseja ingressar ou se especializar na área.

De acordo com um relatório da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), devem surgir, em média, 800 mil vagas para profissionais de tecnologia, incluindo cientistas de dados.

De acordo com a Glassdoor, plataforma de vagas e recrutamento, o salário médio de um cientista de dados no Brasil varia entre R$6.500 e R$15.000, dependendo da região e do nível de experiência.

Áreas de atuação

Você acha que um cientista de dados trabalha apenas em empresas de tecnologia? Se a resposta for sim, é preciso desconstruir essa ideia. Estamos falando de uma profissão chave em todos os setores.

Isso inclui indústria, saúde, varejo, transporte, finanças, organizações governamentais, serviços, entre outras possibilidades. Confira a seguir alguns exemplos de trabalhos específicos desempenhados por um cientista de dados:

Analista de dados: coleta e processa dados, criando relatórios e visualizações para ajudar as empresas a tomar decisões.

Cientista de dados júnior: trabalha em projetos de análise de dados, sob orientação de profissionais mais experientes.

Cientista de dados sênior: lidera equipes e usa ferramentas e tecnologias avançadas para analisar grandes conjuntos de dados e desenvolver modelos preditivos.

Engenheiro de dados: trabalha com sistemas de armazenamento e processamento de dados em larga escala.

Especialista em inteligência artificial: aplica técnicas de machine learning e inteligência artificial para analisar dados e desenvolver soluções inovadoras de negócios.

Os cientistas de dados, geralmente, trabalham em equipes multidisciplinares. Se você quiser ingressar na área, provavelmente, trabalhará com engenheiros de software, analistas de negócios e especialistas em marketing, por exemplo.


Pronto para se tornar um cientista de dados de sucesso?

Como a gente já disse, para se tornar um cientista de dados, você precisa, em primeiro lugar, ser apaixonado por matemática, estatística, programação e comunicação.

Outro requisito para fazer carreira na área é a constante atualização. Afinal, estamos falando de um cenário dinâmico e que evolui a cada ano. Uma coisa é fato: estudar vai fazer parte da sua rotina.

Já ouviu falar nos bootcamps e workshops de Data Science do Le Wagon? Todos eles são cuidadosamente planejados para quem deseja conhecer o que há de mais atual quando o assunto é coleta, processamento e análise de dados.

Você terá a oportunidade de aprender com professores que são referência na área. Isso sem contar no acesso vitalício à plataforma de cursos e, claro, na possibilidade de fazer networking com profissionais que atuam em diversos países.

Agora você já sabe tudo sobre a carreira em data science. Dê o próximo passo e participe de uma comunidade de ensino que pode ajudar você a desenvolver habilidades indispensáveis para se destacar no mercado de trabalho.
Os usuários também consultaram :
Pour développe mes compétences
Formation développeur web
Formation data scientist
Formation data analyst
Les internautes ont également consulté :

Suscribe to our newsletter

Receive a monthly newsletter with personalized tech tips.